segunda-feira, 4 de maio de 2009

Educação e Brasil




Quando se fala em um país, é um processo natural a formação de uma idéia estereotipada na mente de qualquer pessoa. Esta associação tende a uma generalização demasiada e raras vezes condizentes com a realidade.Atualmente considera-se a educação um dos setores mais importantes para o desenvolvimento do país.Através do conhecimento adquire melhor sustentabilidade e qualidade de vida a uma nação.
Parafraseando Paulo Freire, educar é influenciar um aluno de tal maneira que ele não se deixe influenciar, para isso deve-se quebrar o velho paradigma educacional onde o aluno torna-se um espectador passivo no processo ensino-aprendizagem. Educar é como um computador, todo o hardware e software devem estar perfeitos para o seu funcionamento. Sabemos quais são as peças? Será que podemos melhorar a educação no nosso país?
Por quê sempre culpamos o sistema governamental, esquecemos também que somos
co-responsáveis na aprendizagem, seja como aluno, pais ou professor.
"Queremos esmolas!".Aceitamos Discriminação Social! Bolsa família, Cotas, e o diabo a quatro. AH? (click no ah??)
Para atenuar os problemas educacionais em nosso país, tem que haver um comprometimento do Governo, da iniciativa privada, dos diretores e dos professores, deve-se criar um ambiente propício para que o aluno possa desenvolver o seu potencial.
Os governantes deveriam valorizar mais o ensino e de forma mais abrangente, no qual os educadores em cada nivel de ensino, estabelece um piso salarial assim valorizando, ainda mais e não iriam ser chamados de "Alienados",que ensinam inadequadamente devido a falta de estrutura. Poderiam incentiva centros de musica e teatro.Assim diversificando a cultura no país e incentivando a iniciativa privada, por meio da isenção de alguns impostos, a realizarem eventos, propagandas e congressos. O Governo pode também estabelecer medidas preventivas para a redução da evasão escolar, decorrente inúmeras vezes da gravidez na adolescência e da violência nas escolas. Podem ainda expandir a educação profissional, de forma que após a conclusão do ensino médio, o jovem esteja apto a enfrentar o mercado de trabalho. Uma outra maneira seria disponibilizar Psicólogos na rede de ensino, acompanhado o aluno e seu desenvolvimento, de uma forma construtiva. Assim também fazendo parcerias com programas de televisão incentivando os alunos a ter melhor conhecimento e desejo com estudos.
exemplos de alguns programas;








Desses aspectos mencionados, percebemos que a educação no Brasil tem solução, desde que seja realizado um trabalho com seriedade e compromisso de todos os envolvidos assim reencontruimos a educação. A várias fórmulas de realizarmos uma mudança , mas apenas funcionará, se olharmos diferente para educação, como um processo contínuo e duradouro. Desta forma será criado um ambiente favorável para que os nossos jovens possam estudar sem preocupação com a violência, com filho que nasceu sem planejamento familiar e com os pais que estão desempregados.

Luciene Mione

11 comentários:

Arapongas Moto Club disse...

Achei seu blog bem intelectual!
Parabéns!

Você está na minha lista de blogs que eu acompanho!!!

Tr00sphera disse...

Em partes eu sou a favor do que você disse, mas notei que o post ficou um tanto comprido e cansativo, mas claro, para tratar de um assunto como esse não poderia ser diferente.

Anônimo disse...

Olá caro Leitor(a),

[…] Educar é como um computador, todo o hardware e software devem estar perfeitos para o seu funcionamento. […]
Diante desta sua analogia, estou complementando a ideia, dizendo: O cérebro dos alunos é o Hardware e os professores rodam um software malicioso, afinal a educação é passiva e poucos docentes estimulam os alunos, argumentarem!
Platão dizia que o discípulo deveria superar o mestre, eu tento até hoje, e digo que é uma tarefa complicada, não por que o aluno é ignóbil, porém o mestre sente-se ameaçado de fronte a um questionador! Senti isso na pele, quando superei o tal mestre.

[…] Poderiam incentivar centros de musica e teatro. […]
Sócrates, Platão e Aristóteles apregoavam tal manejo do ensino, musica sendo uma Arte para a alma. Essa tríade cooperou com a Paidéia Homérica durante o Helenismo.

[…] disponibilizar Psicólogos na rede de ensino, acompanhado o aluno e seu desenvolvimento, de uma forma construtiva. […]

Perde-se muitos alunos brilhantes, devido a negligência com a forma singular que cada um tem em aprender. Enfatizo as seguinte habilidades (Cinestésica, Auditiva e Visual).
Não podemos esquecer, que hoje os casos de TDA/H estão crescendo em nível exponencial junto dos de dislexia.

PRECISAMOS DE UMA EDUCAÇÃO COMPATIVEL A NOSSA ERA!
TEMOS UM MODELO EDUCACIONAL (p. DURKHEIM) DO SÉCULO XIX, PROFESSORES DO SÉC. XX E ALUNOS DO SÉC. XXI !!!

"A educação é o maior e mais difícil problema imposto ao homem."
(Immanuel Kant)

Achei surpreendente a motivação da Luciene,

Marcelo Marleta

SaRNa disse...

Bem crítica eu diria. Ponto de vista equilibrado e de boa razão.

Boa colocação.

Abraço
Sarna

Unkboy disse...

Nossa, adorei mesmo! Vc está de parabéns pelo post, prometo visita-lo sempre que puder :-)

Aproveite e acesse o meu
http://poliversal.blogspot.com

Gustavo Santiago disse...

Infelizmente a realidade sobre a educação no nosso país e deprimente.
Se formos comparar a ensinos de outros país de primeiro mundo, os alunos estudam primeiro em excelentes escolas públicas, para que na fase de um curso universitário, tenham que desenbolsar rios de dinheiro em boas instituições financeiras. Aqui no Brasil, deve-se gastar primeiro com escolas particulares boas, para que se possa entrar nas melhores universidades do país, que são as publicas.
Por que não reverter este quadro, e fazer do sistema de educação, um sistema eficaz, com investimento em transporte, educação dentro, integração estudantil, aumento de horas na escola???
É um assunto sério, que não podemos deixar para amanhã, pois querendo ou não, é o futuro do nosso país.

Anônimo disse...

Realmente é uma vergonha o sistem educacional no nosso pais a restruturação das escolas a falta de compromisso é muito intrigante. O texto é perfeito.. Parabens!
Abraços filipe.

Arapongas Moto Club disse...

CQC é demais!!!

vinnye disse...

Sim, bom texto,mas acho que o maior motivo para evasão escolar é pobreza mesmo, sem condições necessárias , as crianças tem que sair da escola para trabalhar

byrus disse...

Também concordo em partes!

Júnia disse...

Textos ótimos, concordo com você!

No entanto creio que, apesar de saber que disponibilizar cotas em universidades não é uma medida ideal, elas podem ser o inicio de uma mudança na atual configuração socio-economica de jovens em universidades. Todos sabemos que antes desses programas pessoas provenientes de familias humildes estavam muito distantes da realização academica. Estudantes de escolas particulares se saem melhor em avaliações de desempenho, é fato, mas vale lembrar que os mesmos não tem responsabilidades acumuladas (como trabalhar para prover o sustento familiar)e não dependem de transportes capengas e viagens de quilometros, muitas vezes percorridos a pé, o que sabemos ser a realidade de muitos estudantes de entidades publicas no país.